domingo, 27 de junho de 2010

O BOLO

Para fazer qualquer bolo, são necessários os ingredientes. Onde se encontram? Talvez no mercado. Será que estão à venda lá? Vejamos a lista de ingredientes:
Vejamos:
Para a massa:
farinha,
fermento,
açúcar,
uma pitada de sal
Para o recheio:
ética,
palavra,
caráter,
respeito,
consideração
Será que eu encontro tudo isso no mercado? Será que estão à venda ou fazem parte da sobra do desperdício? Qual será o preço disso tudo? Será muito caro ou barato?
Ética: essa mercadoria é muito antiga e importada, além de extremamente cara. Vem da Grécia e quando chega aqui, seu prazo de validade já venceu faz tempo. É muito custosa, melhor substituir.
Palavra: acho que é menos cara que ética. Mas eu disse menos cara e não mais barata. É até um pouca parecida a mercadoria inclusive, mas um pouco menor a embalagem. Seria uma boa substituição? Talvez possa ser comprada, mas seu manuseio dá muito trabalho na hora de bater o bolo. Melhor mesmo é deixar de lado e depois fingir que se usou, porque no final todo mundo finge mesmo que usou e nem lembrou.
Caráter? Esse item então a gente esquece. Está em falta há muito tempo. Nem no mercado paralelo sem se encontra.
Respeito? Talvez possa ser encontrado, mas em mercados muito especializados. Contudo, nunca a embalagem vem lacrada. Sempre tem um pedacinho aberto por onde alguém roubou uma parte.
Consideração? Bem, esse costuma ficar na mesma prateleira do respeito, mas geralmente fica por baixo de todos os pacotes das outras mercadorias e acaba sempre esmagado e muito difícil de manter a qualidade necessária para consumo.
É, acho melhor escolher outros ingredientes, mas vai ser outro bolo. Contudo a economia a a facilidade na compra dos ingredientes vai ser bem maior.
É muito simples: em qualquer mercado se encontram os itens e geralmente em promoção: dez ao preço de um se encontram os vacilos, os furos, a falta de sinceridade com o outro e, o mais importante de todos, a grande necessidade de se dar em bem em detrimento de qualquer um. Com esses, se faz um bolo não muito saboroso, mas que todo mundo engole todo dia em qualquer lugar. O nome desse bolo é HIPOCRISIA e se for muito trabalhoso fazê-lo, não é difícil encontrar em qualquer quiosque sendo distribuído gratuitamente igual às demonstrações promocionais de mercado.

4 comentários:

Vladimir Abreu disse...

Muito bom seu primeiro post, Ana. Parabéns !
Tão importante quanto encontrar os ingredientes para o recheio é garantir que a sua despensa sempre os tenha em estoque. Como todo bolo que é muito bom, acaba rápido e precisa sempre de uma nova fornada para estar sempre disponível.
Nunca é bom esquecer também que, a cada fornada do bolo, a experiência aumenta e começamos a utilizar os ingredientes com mais talento e encantamento.
Os ingredientes existem, sempre. Algumas vezes precisamos importá-los, mas na grande maioria das vezes estão em nossas próprias prateleiras.

Denise disse...

Muito bom!!!!!!!!!!!!! Adorei!!!!

ToN disse...

mto criativa a relação do mercado - lugar comum - com virtudes utopicas - lugar nenhum....
+ 1 vez fantastico!

Carolina Tavares disse...

Olá Ananita, vim ler a receita deste bolo. Parabéns pelo blog e por seus escritos.

Um beijo
Carolina

Café com Canela