sábado, 11 de fevereiro de 2017

BEIJOS

Quero teus beijos, ardentes de desejos. Desejos que não se findam. Onde está você ainda?
Busco-te pelos cantos da casa. Sua cueca e camisas no armário, escova de dentes e desodorante no vestuário, cerveja na geladeira aguardando o carnaval chegar.
O carnaval será dentro do apartamento. Botaremos seu bloco em mim por dentro.
Não, não haverá lamentos, só o tormento do calendário. As folhinhas que não se destacam. Uma folha só com os dias riscados um a um. Os minutos aferidos no novo relógio de bolso. Tudo me faz pensar em ti.
Chorar não pois nunca te perdi.
São Paulo é perto. Sim Paulo, não te quero mais por perto. Desejo meu novo Alberto.

Um comentário:

gisele santiago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.